Tu

Tu que engoles a nossa degolação

Tu que alienado praticas alienação

Tu que és eco pelo teu ego

E cego pela tua visão


Liberta-te da tua ilusão de liberdade

Ilude-te na sua (im)possível conquista

Questiona: questionar tem idade?

E mira o retorno da vista.

10 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Querida filha

Querida filha, Cada vez me convenço mais que a vida é a poesia da poesia E que a própria poesia não serve o significado Para significado serve a vida, mas não o cumpre Podes pensar a poesia como uma

Valorizadores inválidos

Ó gente linda deste mundo Queridos alvos de condescendência Se ao menos vocês soubessem Que pensar é muito menos virtude que sentir E sentir nem virtude é Se ao menos pudessem ver Que o que pisam não

Monstro

Seu monstro! Odeio-te Quem é que faz isto a uma pessoa?! Eu estava bem, estava sossegado E tu Interrompes-me, como se nada fosse Interrompes-me a vida, bloqueias-me o pensamento, interceptas-me o sent

©2020 por Braqui. Orgulhosamente criado com Wix.com