Comediante universal

Desde cedo sabemos

A vida é uma piada de mau gosto

Provoca risos contidos e

Indignações humorísticas

De tanto sofrer sem solução ou

De tanta felicidade desmerecida

Pois Justiça ninguém a viu

A desordem é mais engraçada

Hilariamente tudo se resume

À procura do inexistente

É o Universo a gozar-nos

E nós a tomá-lo por sério

E é ele que nos põe uns contra os outros

E da mesma forma nos junta

Afinal, é ele que nos faz e desfaz

É ele que nos constrói e destrói

Mas somos nós que sentimos

E poucas vezes o seu humor.

37 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Pelos labiais

Pensas que ao tomar-te tempo me responsabilizo por ti, mas não Não é o que acontece Não, não, é a tua decisão, tudo o que vês decidiste por ver, tudo o que sentes sentes por ti mesmo, sem bodes alh

O que a minha poesia diz

Falha minha achar que achariam o que queria que achassem Sem o dizer explicitamente Aqui está, O que a minha poesia diz É que são burros Tão burros que até dói Vocês, exatamente Esqueço-me sempre que

Simplesmente

Ah palavras bonitas Que compõem esse senso comum que adotamos por adotar Nesta vida que vivemos por viver Confortavelmente moderados e conformadamente escravos Dessas ideias bonitas que vimos formarem

©2020 por Braqui. Orgulhosamente criado com Wix.com