Ilusão

Inventada por loucos

Descrita por poetas

Sentida por poucos...

...Nenhuns, marionetas!

São as setas

Que à minha cabeça me apontam

Que tal verdade contam

Diretas e concretas

Setas essas

Metafóricas, é claro

Em muito diversas

Com que me deparo, amparo e disparo

A ti que me objetas

Por tal emoção

Com essa tal ilusão

Não me afetas.

24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Pelos labiais

Pensas que ao tomar-te tempo me responsabilizo por ti, mas não Não é o que acontece Não, não, é a tua decisão, tudo o que vês decidiste por ver, tudo o que sentes sentes por ti mesmo, sem bodes alh

O que a minha poesia diz

Falha minha achar que achariam o que queria que achassem Sem o dizer explicitamente Aqui está, O que a minha poesia diz É que são burros Tão burros que até dói Vocês, exatamente Esqueço-me sempre que

Simplesmente

Ah palavras bonitas Que compõem esse senso comum que adotamos por adotar Nesta vida que vivemos por viver Confortavelmente moderados e conformadamente escravos Dessas ideias bonitas que vimos formarem

©2020 por Braqui. Orgulhosamente criado com Wix.com