Poetas

Há pior parasita que um poeta? É que o mundo cansa-se a existir A natureza cria verdes e cores Genis e fórmulas As pessoas vivem (e como vivem elas!) O povo fala e expele palavras, sabedoria O feliz dança O triste chora Os sabidos guerrilham Os generais guerreiam Tudo acontece, tudo se diz e tudo se sente E tudo para um traste com ares de profundidade Ver tudo isto e expropriar violentamente Inventa o Universo, descobre as palavras e cria as epopeias Sanguessugueia experiências e sonhos E com eles abre corações que não lhe pertencem Porque nada do existir lhe pertence É um abutre E não o devemos permitir Aliás, não permito E este verso também

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Razões

Eu sentir que é mentira Não faz disso uma mentira Faz de mim estúpido O cheiro do desespero tinge Até ao mais belo dos tecidos Até que, conspurcado, seja descartado E eu evitado, por outras razões

O ser e o ser

E somos tudo menos o que somos Falamos, oh se falamos Falamos, mas deixa-me rir O que dizemos não é dito por nós Como eu gostava de conhecer Nem que seja uma só coisa Pessoa Uma boa pessoa Separar o q

Movimento da História

O movimento da História passa por mim Atinge-me com as suas preocupações e ações concretas Materiais, e deixa ideias esborratadas Arranca-me pensamentos e atos Ao longe, no seu vulto apressado Identif

©2020 por Braqui. Orgulhosamente criado com Wix.com