Simplesmente

Ah palavras bonitas Que compõem esse senso comum que adotamos por adotar Nesta vida que vivemos por viver Confortavelmente moderados e conformadamente escravos Dessas ideias bonitas que vimos formarem-se no céu azul Projetado num quadro pela professora que nos ensinou a amar. Vós não sois homens Homens comem, homens berram, homens choram, homens revoltam-se, homens sonham Homens vivem e existem Homens amam apenas porque são homens Amam por não saber sequer o que é amar Amam-se, e amam amar Como homens que são Não como homens que dizem ser Não como homens ensinados a serem homens Mas humanamente homens Por serem homens, duvidam de o ser Por serem homens, duvidam de duvidar Só são porque acham que não são Só são porque não sabem o que achar E vós? Vós não sois, simplesmente

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Razões

Eu sentir que é mentira Não faz disso uma mentira Faz de mim estúpido O cheiro do desespero tinge Até ao mais belo dos tecidos Até que, conspurcado, seja descartado E eu evitado, por outras razões

O ser e o ser

E somos tudo menos o que somos Falamos, oh se falamos Falamos, mas deixa-me rir O que dizemos não é dito por nós Como eu gostava de conhecer Nem que seja uma só coisa Pessoa Uma boa pessoa Separar o q

Movimento da História

O movimento da História passa por mim Atinge-me com as suas preocupações e ações concretas Materiais, e deixa ideias esborratadas Arranca-me pensamentos e atos Ao longe, no seu vulto apressado Identif

©2020 por Braqui. Orgulhosamente criado com Wix.com