Valorizadores inválidos

Ó gente linda deste mundo Queridos alvos de condescendência Se ao menos vocês soubessem Que pensar é muito menos virtude que sentir E sentir nem virtude é Se ao menos pudessem ver Que o que pisam não é chão mas terra O que calcam não vos submete mas sustenta Porque não reconhecem? Que a vida é especial Bela como nenhum desses bajuladores soube exprimir Não é a beleza que nos faz belos É a rugosidade, é a incoerência, é a teimosia É toda uma pintura excessiva Que, apreciada por nós tão pequenos, Nunca nos poderá exceder É a determinação involuntária Uma limitação de final triste Encarceramento revoltoso Um paradoxo incómodo És tu como ninguém soube ser E se ao menos soubesses tudo isto... Mas duvido que alguma vez saberás O quanto vale uma vida.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Razões

Eu sentir que é mentira Não faz disso uma mentira Faz de mim estúpido O cheiro do desespero tinge Até ao mais belo dos tecidos Até que, conspurcado, seja descartado E eu evitado, por outras razões

O ser e o ser

E somos tudo menos o que somos Falamos, oh se falamos Falamos, mas deixa-me rir O que dizemos não é dito por nós Como eu gostava de conhecer Nem que seja uma só coisa Pessoa Uma boa pessoa Separar o q

Movimento da História

O movimento da História passa por mim Atinge-me com as suas preocupações e ações concretas Materiais, e deixa ideias esborratadas Arranca-me pensamentos e atos Ao longe, no seu vulto apressado Identif

©2020 por Braqui. Orgulhosamente criado com Wix.com